Saiba Mais: Ovos

dezembro 27, 2008

Como escolher, conservar e usar

Os ovos são formados por três partes: casca, clara e gema. A casca é frágil e porosa. Na parte interna há uma membrana finíssima aderida à casca que não é assimilada pelo organismo. Na extremidade arredondada do ovo essa membrana se desdobra formando uma pequena câmara de ar, pela qual se pode reconhecer se o ovo está fresco ou não. Quanto mais velho o ovo, maior a câmara de ar. É por isso que se verifica o frescor do ovo mergulhando-o em um copo com água: se o ovo afundar está fresco, se boiar está velho. O ovo fresco apresenta clara viscosa e firme, a gema em posição central, redonda e sobressalente.
A cor da casca varia do branco até o marrom escuro. De acordo com a raça da ave, pode apresentar-se rósea ou mesmo azulada. Não há relação entre a cor da casca e o valor nutritivo, sabor ou qualidade do ovo. A cor da gema, em grande parte, é influenciada pela alimentação da galinha.
O ovo de galinha é o mais utilizado na alimentação humana. Ovos de codorna também podem ser encontrados no comércio. Os de outras aves, como pata e marreca, são usados em escala bem reduzida. Os de peixe, conhecidos como ovas, podem ser encontrados frescos ou em conserva. É o caso do caviar (ovos de esturjão), vendido enlatado.
Não se deve consumir ovos crus pelo risco de contaminação com salmonela. O cozimento mata a salmonela e torna o ovo seguro para o consumo.
Quando for cozinhar o ovo com a casca, prefira usar o ovo à temperatura ambiente. Se for usar ovos gelados, ponha-os em uma panela com água à temperatura ambiente e leve para cozinhar em fogo baixo, para que a casca não se rompa. Depois que a água ferver espere de 10 a 15 minutos para que o ovo fique completamente cozido.
Quando for usar o ovo em receitas de pães e bolos, use o ovo à temperatura ambiente, posto que a utilização de ingredientes gelados inibe a ação do fermento, o que faz com que a massa cresça menos e fique menos macia. Para evitar que isso aconteça, retire os ovos da geladeira na véspera de fazer a receita ou, ao menos, algumas horas antes. Se não houver tempo hábil para aclimatar os ovos e houver algum líquido a ser adicionado na recieta (tal como água ou leite), use-o morno. Também é possível colocar os ovos gelados de molho por cerca de 15 minutos em água morna antes de usar na receita, mas tome cuidado, pois se usar água quente demais os ovos podem cozinhar.
Não compre ovos com rachaduras, mesmo que pequenas, pois elas permitem a entrada de microorganismos que contaminam o ovo e se proliferam em seu interior. Se o ovo foi comprado intacto, mas sua casca rachou durante o transporte, use-o imediatamente ou descarte-o (jogue-o fora).
Os ovos não devem ser guardados na porta da geladeira posto que seu movimento constante é prejudicial a conservação dos ovos, além disso, a porta é um dos lugares mais quentes da geladeira. Ao comprar os ovos, retire-os da embalagem e coloque-os em um recipiente plástico (sem tampa) e guarde-o na primeira prateleira da geladeira, onde é mais frio.

Propriedades e benefícios à saúde

Contém vitamina B12 (cianobalamina). Essencial para o crescimento, ela combate a anemia e melhora a memória e a concentração. Sua falta está associada a degenerações neurológicas que, em casos extremos, podem levar à paralisia progressiva. Suas fontes são exclusivamente alimentos de origem animal (carne, leite, ovos).
A gema de ovo contém vitamina E que previne doenças cardiovasculares, combate os radicais livres, retarda o envelhecimento, alivia a fadiga, ajuda o corpo a aproveitar a vitamina A, protege os glóbulos vermelhos e fortalece o sistema imunológico.
Contém vitamina B3 (niacina) que previne dores de cabeça, principalmente as da enxaqueca, e facilita a digestão.
Contém fósforo, que junto com o cálcio, ajuda a construir o esqueleto, protegendo contra a osteoporose, melhora a resistência orgânica e reduz a sensação de fadiga, por participar da geração de energia no corpo e ativa muitas vitaminas do complexo B.
Contém Lisina, que é uma das peças fundamentais para a composição do colágeno, proteína que ajuda a sustentar os tecidos do organismo e participa da composição dos ossos.
Contém altas doses de colina, substância essencial para o sistema nervoso, que estimula a memória e a concentração.
Contém zeaxantina e luteína, que protegem a visão, prevenindo problemas como a catarata.
É de fácil digestão.
Do ponto de vista nutricional, o ovo é quase tão completo quanto o leite materno. Rico em zinco, selênio, ferro, sódio, potássio, vitaminas A, E e as do complexo B. Recomendado o seu consumo por grávidas, atletas, crianças e pessoas que convalescem de alguma doença.
O ovo não é gorduroso, cada unidade contém apenas 1,5 g de gordura saturada, menos do que uma fatia de queijo branco.

Receitas com Ovos – Clique no nome da receita para ver ingredientes, modo de preparo, dicas e a foto em tamanho grande:

salgadinhos-de-forno_blog Salgadinhos de Forno

Bolinho Café com Leite de Liquidificador

Bolo-Cuca de Banana com Iogurte

Bolo de Aipim (Mandioca ou Macaxeira) de Liquidificador

Bolo de Cenoura de Liquidificador

Bolo de Farinha de Milho Pré-cozida de Liquidificador

Bolo de Laranja de Liquidificador

Bolo de Santo Antônio (Bolo de Amendoim) de Liquidificador

Bolo Invertido de Liquidificador de Abacaxi, Banana ou Maçã

Bolo Mármore de Iogurte de Liquidificador

Bolo Nuvem de Chocolate de Liquidificador

Brigadeirão de Liquidificador

Panqueca de Chocolate de Liquidificador

Panqueca Versátil de Liquidificador

Pudim de Leite Condensado de Liquidificador

Pudim de Milho Verde de Liquidificador

Pudim de Pão Integral

Quindão do Papai

Bife à Milanesa no Forno

Bolinho de Bacalhau de Forno

Bolinho Rico de Arroz no Forno

Bolo Salgado de Liquidificador

Filé de Viola Empanado no Forno

Nhoque da Fortuna

Pão de Forma de Liquidificador

Pão Recheado de Atum

Pastel de Forno Facílimo

Pizzza de Liquidificador

Clique aqui e veja todas as receitas

Clique aqui e saiba mais sobre os alimentos

Aviso Importante: Este é um blog de culinária. O objetivo dos textos sobre os alimentos é meramente o de estimular o leitor a consumir uma dieta variada e nutritiva. Todas as informações a respeito dos benefícios advindos do consumo diário e contínuo de determinados alimentos são obtidas através da pesquisa realizada em publicações sobre o assunto. O tratamento de doenças deve ser realizado com acompanhamento médico.

Clique aqui para ler a bibliografia

Anúncios

Saiba Mais: Feijão

setembro 6, 2008

Como escolher, conservar e usar

Há muitos tipos de feijão, de formatos, cores e sabores diferentes. Os mais comuns são o mulatinho, rosinha, jalo, preto, branco, carioca, fradinho (ou feijão-de-corda).

Ao comprar feijão procure por grãos brilhantes com “olho” branco. Grãos opacos e pacotes “enfumaçados” ou turvos indicam a proliferação de fungos. Olhos amarelados indicam que o feijão está velho.

Ao escolher o feijão, descarte os grãos com o “olho” escuro, os furados (os furos são feitos por larvas de insetos), os quebrados e os que estiverem com a casca danificada (a falta de casca favorece a contaminação dos grãos).

Por ser uma leguminosa seca, o feijão precisa ser hidratado antes de ser usado. O feijão novo em poucas horas está pronto para ser cozido, enquanto o mais velho precisa ficar de 5 a 7 horas de molho. Coloque o feijão de molho em água fria (temperatura ambiente), em um recipiente coberto para evitar que insetos ponham ovos na água. A água do molho feito dessa maneira deve ser descartada (jogada fora) e não deve ser aproveitada para o cozimento. Lave os grão em água corrente, com o auxílio de um escorredor de arroz, antes de levá-lo para a panela.

O tempo de cocção varia de acordo com o tipo de feijão e a idade do grão. O feijão pode ser cozido em panela comum, mas esse processo demora cerca de 2 a 3 vezes mais do que na panela de pressão. Além disso, o feijão feito em panela comum tende a ficar “arenoso” por dentro e desmanchado por fora, o que resulta em aparência e textura desagradáveis. O cozimento do grão na panela de pressão é muito mais uniforme. Cozinhe o feijão sempre acompanhado de 1 ou 2 folhas de louro. O louro, além de funcionar como tempero, ainda tem propriedades digestivas.

O feijão só deve ser consumido cozido, pois o feijão cru é tóxico para o organismo.

Além da maneira clássica de se cozinhar o feijão, pode-se preparar uma infinidade de pratos com ele, tais como: cozidos, virados e sopas.

Propriedades e benefícios à saúde

Como as leguminosas em geral, o feijão é um poderoso remédio para reduzir o colesterol. Regula os níveis de açúcar no sangue. Excelente alimento para diabéticos. Associado a baixos índices de determinados cânceres. Alto teor de fibras. Possui bom teor de ferro e vitaminas do complexo B.

Receitas com Feijão – Clique no nome da receita para ver ingredientes, modo de preparo, dicas e a foto em tamanho grande:

 Feijoada Leve com Couve no Vapor

Clique aqui e veja todas as receitas

Clique aqui e saiba mais sobre os alimentos

Aviso Importante: Este é um blog de culinária. O objetivo dos textos sobre os alimentos é meramente o de estimular o leitor a consumir uma dieta variada e nutritiva. Todas as informações a respeito dos benefícios advindos do consumo diário e contínuo de determinados alimentos são obtidas através da pesquisa realizada em publicações sobre o assunto. O tratamento de doenças deve ser realizado com acompanhamento médico.

Clique aqui para ler a bibliografia

Saiba Mais: Leite

agosto 30, 2008

O leite de animais é muito antigo na alimentação humana. Parece que a formação de rebanhos leiteiros começou no sudeste asiático e que a cabra foi o 1º animal a fornecer leite ao homem.

Como escolher, conservar e usar

O leite de vaca comercializado passa por exame de controle bacteriológico e físico-químico e por diversos processos que visam prolongar sua conservação. O leite de consumo beneficiado classifica-se em três tipos: A, B e C. Fatores relacionados ao local da produção, aos cuidados com as vacas, à temperatura de conservação e ao lapso de tempo entre a ordenha e a distribuição para o consumo são utilizados para classificar o leite, sendo A o considerado de melhor qualidade.

Quando não se tem certeza de que o leite foi pasteurizado, deve-se fervê-lo antes da utilização.
Além de consumido ao natural, o leite combina com todos os ingredientes e presta-se para qualquer tipo de preparação culinária, doce ou salgada.

O leite pode ser encontrado em saquinhos (tipos A, B e C); em caixinhas (UHT), puro ou com sabor de chocolate ou morango; leite em pó (integral, semi-desnatado e desnatado); leite em pó infantil (classificado de acordo com a idade da criança que deve consumí-lo; leite condensado e creme de leite.

Leite em pó integral é o produto obtido da desidratação do leite fresco, através de processos industriais.

Leite em pó desnatado é o leite que, além de desidratado, tem retirada a sua gordura. Pode ser utilizado em doces e salgados, reduzindo o valor calórico dessas preparações.

Leites infantis são fórmulas especialmente adaptadas ao delicado organismo do bebê, podendo substituir ou complementar a alimentação do lactente, mediante prescrição médica.

Creme de leite é a nata, ou seja, é a gordura que sobe à superfície no processo de centrifugação do leite integral. É um produto essencialmente energético, possui proteínas de alto valor biológico, sais minerais e vitaminas A e D.

Leite condensado é um produto resultante da remoção parcial da água do leite integral. Concentrado no seu teor de açúcar, tem consistência cremosa e textura homogênea.

O leite começa a perder nutrientes depois de 5 minutos no fogo, portanto evite deixá-lo no calor por muito tempo.

Propriedades e benefícios à saúde

É um dos alimentos mais completos que se conhece. A riqueza em cálcio e fósforo faz dele um alimento insubstituível, pois esses elementos são indispensáveis na formação de ossos e dentes. A vitamina A, presente em boa proporção, é essencial à visão.

O cálcio, principal nutriente do leite, é importantíssimo no desenvolvimento dos ossos. Entre a infância e a adolescência ele vai se acumulando no organismo, tais reservas serão usadas pelo corpo na fase adulta. O cálcio é essencial para manter o equilíbrio interno do organismo e participa das contrações musculares. Depois dos 40 anos, a massa óssea diminui em média 0,5% a cada ano. Aí entra o leite, boa fonte deste mineral, para frear as perdas. É excelente fonte de proteínas. O leite ainda contém fósforo e as vitaminas A, D e E.

Receitas com Leite – Clique no nome da receita para ver ingredientes, modo de preparo, dicas e a foto em tamanho grande:

 Flor de Leite (docinho de leite em pó)
Bolinho Café com Leite de Liquidificador
Pudim de Leite Condensado de Liquidificador
Panqueca de Chocolate de Liquidificador
Panqueca Versátil de Liquidificador
Pão de Forma de Liquidificador
Estrogonofe de Frango ou Camarão
Bolo Salgado de Liquidificador
Canjica Cremosa 
Pudim de Milho Verde de Liquidificador
Brigadeiro Branco sem manteiga
Brigadeiro de Chocolate sem manteiga
Brigadeiro de Queijo sem manteiga
Brigadeiro Veludo Vermelho (sem manteiga)
Docinho Azul da Cor do Mar (sem manteiga)
Docinho de Coco (Beijinho) sem manteiga
Docinho Precioso de Amendoim (Cajuzinho)
Bolo Mármore de Iogurte de Liquidificador
Bolo Nuvem de Chocolate de Liquidificador
Bolo de Aipim (Mandioca ou Macaxeira) de Liquidificador
Bolo de Farinha de Milho Pré-cozida de Liquidificador
Bolo de Santo Antônio (Bolo de Amendoim) de Liquidificador
Bolo Invertido de Liquidificador de Abacaxi, Banana ou Maçã

Clique aqui e veja todas as receitas

Clique aqui e saiba mais sobre os alimentos

Aviso Importante: Este é um blog de culinária. O objetivo dos textos sobre os alimentos é meramente o de estimular o leitor a consumir uma dieta variada e nutritiva. Todas as informações a respeito dos benefícios advindos do consumo diário e contínuo de determinados alimentos são obtidas através da pesquisa realizada em publicações sobre o assunto. O tratamento de doenças deve ser realizado com acompanhamento médico.

Clique aqui para ler a bibliografia

Saiba Mais: Aveia

agosto 15, 2008

Como escolher, conservar e usar

A aveia é vendida em forma de flocos. Os flocos grossos necessitam de cozimento, e flocos finos pré-cozidos tem preparo instantâneo.
A aveia pode ser ingrediente de mingaus, sopas, bolos, salgados, biscoitos e tortas. Nas massas, pode substituir parte da farinha de trigo, enriquecendo o sabor da preparação e conferindo maior consistência.

Propriedades e benefícios à saúde

A aveia é um dos cereais mais completos. Ao ser industrializada, retêm quase integralmente o germe do grão, ao contrário de outros cereais, como trigo e arroz, que perdem, no beneficiamento e polimento, grande parte de seus elementos nutritivos.
É de fácil digestão. Rica em cálcio, fósforo,ferro, proteínas, vitaminas, carboidratos e fibras.
O consumo diário de suas fibras solúveis está relacionado ao bom funcionamento intestinal e à diminuição na absorção do colesterol total e LDL (o mau colesterol).
Tem atividade estrogênica, antioxidante e antidepressiva. Auxilia no controle da glicemia (açúcar no sangue) e da pressão arterial.

Clique aqui e veja todas as receitas

Clique aqui e saiba mais sobre os alimentos

Aviso Importante: Este é um blog de culinária. O objetivo dos textos sobre os alimentos é meramente o de estimular o leitor a consumir uma dieta variada e nutritiva. Todas as informações a respeito dos benefícios advindos do consumo diário e contínuo de determinados alimentos são obtidas através da pesquisa realizada em publicações sobre o assunto. O tratamento de doenças deve ser realizado com acompanhamento médico.

Clique aqui para ler a bibliografia

Saiba Mais: Arroz

agosto 7, 2008

A abertura dos portos brasileiros em 1808 iniciou a importação de trigo e arroz para o país e, com o tempo, o trigo substituiu a mandioca e o arroz tomou o lugar do angu e da batata-doce na mesa do brasileiro. O arroz que era, até então, desconhecido nesta parte do mundo, juntou-se ao feijão, já cultivado pelos índios, nele encontrando o complemento ideal.

Como escolher, conservar e usar

Lave o arroz para retirar o excesso de amido, o que ajuda o arroz a ficar mais soltinho.
Para cozinhar o arroz, use duas medidas de água para cada medida de arroz.
O arroz branco é ótimo acompanhamento para os mais diversos pratos. Pode ser servido combinado com legumes, carnes, ovos, queijos, verduras e outros ingredientes, em risotos e pratos de forno. O arroz também é ingrediente de pratos salgados como suflês, croquetes, bolinhos, sopas e saladas, e de pratos doces como pudins, bolos e arroz-doce.

Propriedades e benefícios à saúde

O arroz tem atividade antidiarréica e anticancerígena. Entretanto, assim como acontece com outros cereais, o arroz perde a maior parte dos nutrientes ao ser beneficiado e perder a casca e o germe. É por isso que o arroz integral costuma ser indicado como uma opção mais nutritiva.

Receitas com Arroz – Clique no nome da receita para ver ingredientes, modo de preparo e foto em tamanho grande:

 Bolinho Rico de Arroz no Forno

Clique aqui e veja todas as receitas

Clique aqui e saiba mais sobre os alimentos

Aviso Importante: Este é um blog de culinária. O objetivo dos textos sobre os alimentos é meramente o de estimular o leitor a consumir uma dieta variada e nutritiva. Todas as informações a respeito dos benefícios advindos do consumo diário e contínuo de determinados alimentos são obtidas através da pesquisa realizada em publicações sobre o assunto. O tratamento de doenças deve ser realizado com acompanhamento médico.

Clique aqui para ler a bibliografia

Saiba Mais: Abacate

julho 2, 2008

O abacateiro, planta da família da canela e do louro, é originário do México e só foi conhecido no resto do mundo depois da descoberta da América.

Como escolher, conservar e usar

Deve-se comprar o abacate ainda verde e deixá-lo amadurecer em casa. Isto porque, ao amadurecer, qualquer pressão pode fazê-lo estragar.
O abacate deve ser guardado em lugar fresco e arejado. Quando ainda verde, não deve ser colocado na geladeira, pois o frio interrompe o processo de amadurecimento. Depois de descascado, deve ser imediatamente consumido, pois em contato com o ar a polpa escurece.
O abacate combina muito bem com leite, creme de leite e leite condensado e pode ser usado na preparação de sorvetes, cremes, mousses e bebidas. É bom acompanhamento para o camarão e a lagosta e fica delicioso quando usado em saladas, temperado com vinagre ou limão.

Propriedades e benefícios à saúde

Fruta muito nutritiva e saudável, o abacate é benéfico para o sistema digestivo e para o fígado.
Em relação a outras frutas, o abacate contém pouca água e, por esse motivo, apresenta uma maior concentração de nutrientes. Entretanto, por ser muito calórico, recomenda-se consumo moderado em regimes de emagrecimento.
É riquíssimo em gordura monoinsaturada, como o ácido oléico (presente também no azeite de oliva), que previne o acúmulo do colesterol ruim (que causa obstrução das artérias) e mantém os níveis do colesterol bom.
O abacate é rico nas vitaminas A, B1, B2 e nos minerais cálcio, fósforo e ferro. Além disso, contém bastante potássio, mineral que regula a atividade dos músculos e protege o organismo de problemas cardiovasculares. Possui também quantidades generosas de vitamina E, nutriente conhecido por suas propriedades antienvelhecimento. E é uma das maiores fontes de glutationa, um poderoso antioxidante que barra compostos cancerígenos.

Clique aqui e veja todas as receitas

Clique aqui e saiba mais sobre os alimentos

Aviso Importante: Este é um blog de culinária. O objetivo dos textos sobre os alimentos é meramente o de estimular o leitor a consumir uma dieta variada e nutritiva. Todas as informações a respeito dos benefícios advindos do consumo diário e contínuo de determinados alimentos são obtidas através da pesquisa realizada em publicações sobre o assunto. O tratamento de doenças deve ser realizado com acompanhamento médico.

Clique aqui para ler a bibliografia

Cereal da família das gramíneas, o milho é nativo da América e foi levado para Europa por Cristóvão Colombo depois de sua primeira viagem ao Novo Mundo.
Os índios brasileiros costumavam comer milho assado, além de preparar com ele bebidas fermentadas.
A espiga do milho é formada pelo sabugo, de forma cilíndrica, no qual estão fixados os grãos e os “cabelos” do milho. Os grãos do milho podem ter cores e formatos diferentes dependendo da variedade. E os macios fios marrons chamados de “cabelos” são, na verdade,
as flores femininas do milho.

Benefícios à saúde

O milho é fonte de vitaminas A e C e do complexo B. É rico em manganês, mineral que tem ação antioxidante, prevenindo tumores, infartos e derrames, e faz a glicose ser mais bem aproveitada, ajudando no tratamento do diabete.
Seus grãos contém amido, fonte de carboidratos, que fornece energia rápida para o corpo, além de ser benéfico ao aparelho digestivo, pois inibe a produção excessiva de ácido no estômago, previnindo o aparecimento de úlceras.
O milho inibe a ação de radicais livres, é anticancerígeno, antiviral e aumenta o estrogênnio.
Embora faltem ao milho dois aminoácidos essenciais: a lisina e o triptofano, ao associar o leite ao milho, essa deficiência é sanada, e se forma uma das melhores combinações de alimentos, tanto do ponto de vista nutritivo, quanto do ponto de vista do sabor. As gorduras contidas no germe do milho são recomendadas para baixar as taxas de colesterol no sangue.

Como escolher, conservar e usar

Depois de retirada a palha do milho verde ele se conserva por poucos dias em geladeira, na gaveta própria para legumes. Quando for utilizá-lo para o preparo de pamonha, cural, bolo ou pudim, escolha um milho mais amarelo, pois isso indica que ele contém mais amido o que ajudará na consistência da receita. Quando for consumir os grãos cozidos ou assados, escolha espigas mais novas, com grãos mais claros, pois à medida que vai envelhecendo, o milho torna-se duro.
Pode ser consumido cozido (na água ou no vapor) ou assado (na brasa ou no forno), sendo bom acompanhamento para frango e carne de porco. Em grãos soltos da espiga ou sob a forma de creme, o milho presta-se para inúmeras preparações culinárias doces e salgadas, como cremes, bolos, pundins e docinhos.

Clique aqui e leia “Saiba Mais: Milho (parte 2): fubá, farinha, amido, beiju, glucose, óleo, flocos, pipoca”

Clique no nome da receita e veja foto, ingredientes e modo de preparo:

 Canjica Cremosa

Pudim de Milho Verde de Liquidificador

Bolo de Farinha de Milho Pré-cozida de Liquidificador

Polenta Assada

Clique aqui e veja todas as receitas

Clique aqui e saiba mais sobre os alimentos

Aviso Importante: Este é um blog de culinária. O objetivo dos textos sobre os alimentos é meramente o de estimular o leitor a consumir uma dieta variada e nutritiva. Todas as informações a respeito dos benefícios advindos do consumo diário e contínuo de determinados alimentos são obtidas através da pesquisa realizada em publicações sobre o assunto. O tratamento de doenças deve ser realizado com acompanhamento médico.

Clique aqui para ler a bibliografia