Saiba Mais: Bacalhau

março 1, 2008

O bacalhau foi introduzido na alimentação européia, por volta do século XV, através dos pescadores bascos que haviam se fixado nas costas da Irlanda.

O bacalhau mostrou-se o peixe ideal para ser salgado e desidratado. O uso dessa técnica permitia que o peixe fosse armazenado por um longo período, sem estragar. Por esse motivo, o bacalhau salgado passou a ser largamente utilizado pelos portugueses que, na época da grandes navegações, precisavam de produtos que não fossem perecíveis e suportassem as longas viagens.

Embora conheçamos o bacalhau como um ingrediente tipicamente português, ele é encontrado apenas nas geladas águas do Canadá, Islândia, Groelândia e Noruega.

O hábito de comer bacalhau se difundiu no Brasil a partir da vinda da família real portuguesa para o nosso país, no início do século XIX.

Até os dias de hoje, o bacalhau continua sendo considerado um ingrediente de presença obrigatória na mesa do brasileiro, tanto na Sexta-feira Santa, quanto na véspera do Natal.

Como comprar e conservar

No Brasil, o nome “Porto” (relativo à cidade portuguesa de mesmo nome) passou a identificar o bacalhau de melhor qualidade. Atualmente, entretanto, o “bacalhau do Porto” vendido no mercado brasileiro pode ser importado não apenas de Portugal, como também da Noruega, Islândia, Espanha e França.

Na hora da compra, a maneira mais fácil de verificar se o bacalhau é legítimo é puxar um pouco a pele, a qual deve soltar com certa facilidade.

A carne do bacalhau deve ser clara, não deve conter manchas escuras e o peixe deve estar bem seco (não pode estar mole).

O bacalhau deve ser conservado na geladeira. Ele só pode ser congelado depois de dessalgado.

Como usar

O processo de secagem do bacalhau faz com que ele se transforme num alimento com altas concentrações de vitaminas e minerais. É nutritivo e não contém quase nenhum colesterol.

Como o bacalhau é vendido seco e salgado, é necessário dessalgá-lo e hidratá-lo antes do consumo.

Para dessalgar o bacalhau, corte-o em postas, coloque-as dentro de um recipiente e cubra-as com água, a qual deve ser trocada, aproximadamente, a cada 6 horas. O recipiente deve ser tampado e colocado na geladeira. Se for dessalgado fora da geladeira, o bacalhau pode estragar.

O tempo total de dessalgue depende da altura das postas. Postas normais dessalgam em 24 horas. Postas muito grossas, em 48 horas. E o bacalhau desfiado deve ficar de molho por cerca de 6 horas.

De preferência, retire a pele do bacalhau enquanto ele ainda estiver salgado e seco, levantando a pele em uma das extremidades e puxando-a com firmeza.

O bacalhau pode ser consumido apenas demolhado, sem necessidade de cozimento. Também pode ser cozido, mas nunca por muito tempo, caso contrário, ficará ressecado. O bacalhau deve ser apenas levemente aferventado.

Clique no nome da receita para ver ingredientes, dicas e modo de preparo:
Bacalhoada de Forno

Clique aqui e veja todas as receitas

Clique aqui e saiba mais sobre os alimentos

Aviso Importante: Este é um blog de culinária. O objetivo dos textos sobre os alimentos é meramente o de estimular o leitor a consumir uma dieta variada e nutritiva. Todas as informações a respeito dos benefícios advindos do consumo diário e contínuo de determinados alimentos são obtidas através da pesquisa realizada em publicações sobre o assunto. O tratamento de doenças deve ser realizado com acompanhamento médico.

Clique aqui para ler a bibliografia

About these ads

4 Respostas to “Saiba Mais: Bacalhau”


  1. Achei muito boa as dicas e receitas publicadas, principalmente da bacalhoada de forno.
    muito obrigada contiinuem assim.


  2. Achei otimo ; as dicas e receitas, continuem nus presentiando com suas receitas e dicas.

  3. Maria Angela Andreis Says:

    A maior dificuldade que eu tinha era saber quanto tempo deveria deixar de molho e quantas vezes trocar a água. Achei ótimo encontrar esses esclarecimentos, pois deles depende o sucesso da receita.
    Obrigada

  4. ligia accioli Says:

    achei excelentes as informações obtidas. sou descendente de portugueses e gosto muito de bacalhau, como tambem minha familia. Espero em breve estar comendo o dito cujo lá mesmo na santa terrinha. Obrigada.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 59 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: